Manaus, 18 de Outubro de 2019
Sinduscon-AM sugere melhorias para mobilidade urbana de Manaus
2 de outubro de 2019

Buscando melhorar a mobilidade urbana em Manaus, o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Amazonas (Sinduscon-AM), apresentou na manhã de hoje, 2/10, durante tribuna popular na Câmara Municipal de Manaus (CMM), algumas sugestões de intervenções viárias para maior fluidez no tráfego de veículos em pontos críticos da cidade. O presidente da entidade, Frank Souza, reforçou que o sindicato se coloca à disposição para tratar outros assuntos ligados a mobilidade.

O primeiro ponto crítico e que concentra uma grande quantidade de pessoas, com frequência, embarcando e desembarcando dos ônibus, é a Avenida Djalma Batista em frente ao Manaus Plaza Shopping, o sindicato indicou a implantação de mais uma faixa de circulação de veículos, em um espeço que antecede o ponto de ônibus, onde é possível ter uma faixa com 80 metros de extensão.

 

Outro ponto crítico na malha viária da cidade se localiza no final das avenidas Mário Ypiranga e Djalma Batista, sentido Centro/bairro, trecho onde as duas vias se encontram, dando origem à Avenida Torquato Tapajós. A sugestão do sindicato é a criação de mais uma faixa de circulação de veículos no trecho de encontro entre as avenidas até a Rodoviária.

 

Vale lembrar que as avenidas em todas as suas extensões, são compostas de três faixas, cada uma, até esse trecho onde se encontram. A partir desse ponto, as duas avenidas se unificam, e o trecho passa a ter somente três faixas para circulação de veículos, ou seja, há um estreitamento de 50% no fluxo.

 

Já para o trecho de início da Avenida Torquato Tapajós (ainda no sentido Centro/bairro) até o trecho de início da Avenida Prof. Nilton Lins, o sindicato indica o acréscimo de duas faixas de circulação de veículos, sendo uma para continuidade do fluxo da faixa anterior e a outra faixa para melhorar o fluxo de acesso da Avenida Constantino Nery para a Torquato Tapajós.

 

A viabilidade da intervenção sugerida se dará com a redução do passeio entre a sarjeta até a base da pista do Aeroclube de Manaus (lado direito da Torquato Tapajós, no sentido Centro/bairro), e diminuição da área verde entre as alças do Viaduto Governador Plínio Ramos Coelho.

 

Em fala durante a tribuna, o vereador, Chico Preto, destacou a importância da atuação do Sinduscon para o desenvolvimento de Manaus e reforçou a necessidade de um diálogo maior com a entidade.

 

“Eu penso que nós, enquanto Câmara Municipal, precisamos construir um diálogo continuo e consistente, não somente quando temos algum tipo de crise. Para que possamos fazer mais intervenções nas políticas públicas que saem da Prefeitura de Manaus ou de outros poderes, como o Governo do Estado. Eu torço para que possamos construir esse ambiente propício para o diálogo e para construções de ações continuas que melhorem a aplicação dos recursos públicos do município no que concerne à infraestrutura e a mobilidade urbana”, disse o vereador.

 

Outro ponto em que foi sugerido criação de uma faixa extra é o trecho entre a nova igreja batista e a alça de acesso à Avenida Santos Dumont (estrada do aeroporto), e sinalizar o trecho que atualmente não conta com nenhuma sinalização, o que torna o tráfego perigoso na área.

 

O último ponto a receber sugestão de melhoria é a Avenida Constantino Nery, no trecho de ligação com a Torquato Tapajós (sob o viaduto governador Plínio Ramos Coelho), que em razão do curto espaço e ângulos das curvas, os veículos de maior tamanho, como ônibus e caminhões, ocupam as duas faixas da via. Portanto, a sugestão é alargar essas faixas, reduzindo os ângulos, permitindo a utilização real das duas faixas.

 

 

Texto e Fotos: Ronaldo Pessoa – 0001277/AM.